CRISE DO CAPITAL E DO ESTADO, CRESCIMENTO DO CONTINGENTE SUPÉRFLUO DA FORÇA DE TRABALHO NAS CIDADES E OS DILEMAS CONTEMPORÂNEOS DO SERVIÇO SOCIAL: NOTAS INTRODUTÓRIAS

PAULO VITOR MOREIRA DA SILVA, VIVIANE SOUZA PEREIRA, MARINA BARBOSA PINTO

Resumo


Resumo: As formas de produção de mercadorias, a configuração das classes sociais, a realidade urbana, o reordenamento do Estado e das políticas de proteção social, os desafios postos ao Serviço Social e as expressões atuais e multifacetadas da questão social, se situam no centro de nossas reflexões enquanto grupo de pesquisa. Neste trabalho procuramos explicitar elementos essenciais que sintetizam nossa compreensão da crise, de seu alcance e determinantes fundamentais para as classes, para o Estado e a profissão. Trata-se de um fragmento de uma longa reflexão em curso. Portanto, não existe nenhuma pretensão de esgotarmos a discussão. Ao contrário, objetivamos tão somente pautá-la para que possamos estabelecer redes de trocas no sentido de ampliá-la e qualificá-la.

Palavras-chave: Crise do Capital; Estado; Desemprego; Urbanização; Serviço Social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.