“REPARANDO” A FALTA: UMA ANÁLISE SOBRE A HISTÓRICA “FEMINIZAÇÃO” DO SERVIÇO SOCIAL

DANIELLA SILVA DOS SANTOS DE JESUS, MARIA LÚCIA MACHADO ARANHA

Resumo


Resumo: Este texto intenta trazer o duplo sentido do verbo “reparar”, representando tanto a ideia de “chamar a atenção” para algo, como a de “suprir a sua falta”. Deste modo, busca-se construir uma análise que, pautada na perspectiva do gênero, desnaturalize a constituição do Serviço Social como “profissão de mulher” e “para mulheres”, situando historicamente este processo na apropriação dos atributos femininos pelo Estado, no trato das expressões da “questão social”, através, sobretudo, da Assistência Social. O desprestígio social conferido ao Serviço Social, não resulta de um movimento espontâneo, mas decorre das relações sociais estruturadas na e pela sociedade patriarcal capitalista.

Palavras-chave: Serviço Social; Questão Social; Gênero; Feminização; Assistência Social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.