(DES)EMPREGO, TRABALHO E RENDA: ESTRATÉGIAS DE ADMINISTRAÇÃO DO CAPITALISMO

TAINÁ ROCHA DOS SANTOS

Resumo


Resumo: Este artigo enfatiza uma apreensão do desemprego, como uma problemática inerente à relação capital/trabalho, tendo em vista as respostas sistêmicas ao mesmo. Para tanto, pautado no materialismo histórico-dialético, ressalta as medidas capitalistas de enfrentamento ao desemprego, através das políticas de emprego, trabalho e renda, tendo em vista as mudanças no mundo trabalho na atualidade. Dessa forma, ressalta que tais políticas têm como foco a manutenção do controle sob a pressão que o desemprego exerce sobre o conjunto dos trabalhadores, demandando do Estado uma redefinição de suas ações que legitima a administração do desemprego no Brasil elencada pelos moldes capitalistas.

Palavras-chave: Capitalismo. Desemprego. Especificidade brasileira. Política de emprego, trabalho e renda.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.