INTERSETORIALIDADE E ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA A PARTIR DAS REDES DE PROTEÇÃO AOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

EVELYN DA SILVA BARROSO

Resumo


 

Resumo: O presente estudo objetiva discutir o potencial das redes de proteção na garantia dos direitos de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social decorrente da violência doméstica. As redes de proteção constituem-se enquanto espaços promotores da intersetorialidade ao articularem iniciativas da sociedade civil organizada e do poder público, que operacionaliza as políticas sociais setoriais, na construção de estratégias para o enfrentamento dessa realidade.

Palavras-chave: Crianças e adolescentes; Violência doméstica; Redes de proteção; Intersetorialidade.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.