MOVIMENTOS SOCIAIS E SERVIÇO SOCIAL: DEBATENDO CONTINUIDADES E RUPTURAS COM O CONSERVADORISMO NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL

CLEIER MARCONSIN

Resumo


Resumo: A relação da profissão de Serviço Social com os movimentos sociais é constitutiva do pensamento crítico e da busca de ruptura com o conservadorismo. No âmbito da formação profissional - foco do debate neste texto - a centralidade da relação aparece nas Diretrizes Curriculares da ABEPSS, de 1996. Na particularidade profissional, a privatização do ensino superior reforça o conservadorismo e, dentre vários rebatimentos, observa-se a flexibilização das Diretrizes. Esse processo pode derruir a hegemonia do pensamento crítico, na profissão, enfraquecendo a relação com os movimentos sociais. Reforçar a hegemonia do pensamento crítico, no âmbito da formação é, portanto, fundamental.

Palavras-chave: Serviço Social; movimentos sociais; formação profissional; conservadorismo; busca de ruptura.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.