REFLEXÕES ACERCA DOS SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS PELOS ASSISTENTES SOCIAIS AO FETICHE DOS DIREITOS HUMANOS NO MODO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA

MONICA SANTOS BARISON, INGRID DE CARVALHO SILVA

Resumo


Resumo: O direito exerce função primordial no capitalismo. A ideia da igualdade jurídica reforça a responsabilização dos sujeitos pelas desigualdades sociais que vivenciam, pois produz o fetiche de que todos são iguais perante a lei, porém possuem poder social desigual. Diante da incompatibilidade entre a plena efetivação dos direitos humanos e o capitalismo, como os assistentes sociais, que em seu Código de Ética assumem o posicionamento de defesa desses direitos e dos interesses da classe trabalhadora se posicionam? Refletimos que existe uma tendência de não identificar o direito como um fetiche ou a contradição entre o capitalismo e a materialização dos direitos humanos.

Palavras-chave: Capitalismo; direitos humanos; Serviço Social. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.