“TRADIÇÃO, FAMÍLIA E PROPRIEDADE”: QUESTÃO SOCIAL, FORMAÇÃO SÓCIO-HISTÓRICA DO BRASIL E CONSERVADORISMO SOB A MARCHA DA CONTRADIÇÃO

PAULO WESCLEY MAIA PINHEIRO

Resumo


Resumo: O presente artigo tem como finalidade aprofundar uma reflexão sobre elementos que articulem os fundamentos da questão social, a particularidade da formação sócio-histórica do Brasil com os diversos preconceitos e opressões em voga na contemporaneidade, buscando compreender o aspecto valorativo dado às expressões da questão social ante a naturalização da unidade exploração-opressões. Os valores e costumes dominantes constituídos ao longo da história no Brasil se apresentam como derivações que são influenciadas pelo modelo patriarcal, naturalizando a heterossexualidade como única forma de orientação sexual, a branquitude como modelo e a família nuclear como possibilidade exclusiva.

Palavras-chave: Questão social; formação sócio-histórico do Brasil; unidade exploração-opressões.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.