A MERCANTILIZAÇÃO DA SAÚDE E DETERMINANTES SOCIAIS: DESAFIOS AO ASSISTENTE SOCIAL

THIAGO DE OLIVEIRA MACHADO, TATIANE VALÉRIA CARDOSO DOS SANTOS

Resumo


Resumo: O presente artigo tem por objetivo contribuir com o debate crítico acerca dos determinantes sociais (DSS) do processo saúde/doença. O Brasil recente revela um cenário político-econômico regressivo dos direitos sociais cujas ações capitaneadas pelo Estado dão a fluidez necessária para reinterpretações e readequações a partir da lógica do mercado, sob ingerência capitalista. Nessa medida, torna-se indispensável a pesquisadores, profissionais de saúde, e em especial aos assistentes sociais, a profunda análise e apreensão das atuais disputas no processo do desenvolvimento capitalista à luz do atual Projeto Ético-Político do Serviço Social brasileiro para o enfrentamento qualificado no cotidiano do trabalho em saúde.

Palavras-chave: Determinantes sociais de saúde; Serviço Social; Saúde e Questão Social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.