OS SENTIDOS DA EDUCAÇÃO PARA A POPULAÇÃO EXCEDENTE O INGRESSO DOS “MAIS POBRES” NOS CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO IFRJ

LUCILIA CARVALHO DA SILVA

Resumo


Resumo: O artigo apresenta a pesquisa para o doutoramento em Educação, cujo objeto foi a entrada dos trabalhadores no IFRJ, mediante a oferta dos programas de formação inicial e continuada. A partir do estudo, concluímos que os cursos atuam na construção do consenso da superpopulação relativa, pela via da assistencialização da educação como mecanismo de alívio da pobreza. A generalização do trabalho simples é a opção deste projeto educacional, ao passo que, o público que faz uso dos cursos, composto majoritariamente do subproletariado, intenciona a integração ao trabalho e “inclusão social”.

Palavras-chave: Educação; Educação Profissional; Pobreza; Sobrepopulação relativa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.