TRABALHO E TRABALHADORES ASSISTENTES SOCIAIS: INTERLOCUÇÕES NECESSÁRIAS NO PRESENTE

FLÁVIA BARBOSA PARDINI DOS SANTOS

Resumo


Resumo: Este artigo aborda, de maneira preliminar, os conceitos que fundamentam a assertiva de que o Serviço Social é trabalho. Tendo como premissa a acepção de que o trabalho possui centralidade na vida humana, menciona a ofensiva neoliberal que incide sobre o conjunto dos trabalhadores, apresentando formas contemporâneas de espoliação dos trabalhadores assistentes sociais no contexto brasileiro. Dito isso, assevera que a análise das relações e condições de trabalho do assistente social na atual conjuntura torna-se imprescindível para desvelar a exploração imiscuída nesse processo, o que também se constitui um imperativo para a elaboração de propostas estratégicas, criativas e transformadoras.

Palavras-chave: Trabalho; Precarização; Trabalhadores assistentes sociais, Desafios atuais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.