A INSTRUMENTALIDADE DO SERVIÇO SOCIAL

ALINE PEREIRA ALMEIDA, LAIS OLIVEIRA MOTA, LUANA MONTEIRO GOMES, LIANE DA SILVA MENDES

Resumo


Resumo: Este artigo objetiva discorrer acerca de questões relativas à Instrumentalidade do Serviço Social. Para tanto, tornou-se relevante neste estudo abordar a ontologia do ser social, como também fazer uma breve tessitura histórica da instrumentalidade. Buscando-se ainda dissertar sobre a “Racionalidade Formal Abstrata”, a qual implica na deformação da prática profissional, tornando-a, assim, metódica e burocrática. Neste sentido, teceu-se uma crítica, por meio da “racionalização do modo de vida”, componente elementar das Ciências Sociais, feita por Weber. O artigo pretende também apresentar a correlação de forças presente no corpo social, como também trazer para o debate o diálogo permanente que deve haver entre Teoria e Prática no âmbito profissional, para que, desta forma, possa-se superar tais questões. 

Palavras-chave: Racionalidade; Ontologia do Ser Social; Instrumentalidade; Serviço Social.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.