CAPITALISMO MONOPOLISTA, ESTADO E SERVIÇOS SOCIAIS: A INDISSOCIABILIDADE ENTRE FUNÇÕES ECONÔMICAS E POLÍTICAS PARA A PRESERVAÇÃO E O CONTROLE DA FORÇA DE TRABALHO

ISLÂNIA LIMA DA ROCHA

Resumo


Resumo: O artigo apresenta uma pesquisa acerca dos mecanismos de coerção e consenso utilizados pelo Estado para a manutenção do controle sobre a classe trabalhadora. Dentre esses mecanismos destaca-se a regulamentação de políticas e serviços sociais que vão garantir-lhe a legitimação social necessária para a reprodução da força de trabalho e a manutenção do modo de produção capitalista. Para isto, o Estado precisa se refuncionalizar no estágio do capitalismo monopolista, tornando-se mais complexo, porém mantendo os elementos políticos da sua gênese. Com isso, evidencia-se o seu papel de representante fiel da burguesia.

Palavras-chave: Estado; Capitalismo monopolista; Serviços sociais; Classe trabalhadora.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.