O SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO COMO POLÍTICA PÚBLICA DE EMPREGO E RENDA PARA A JUVENTUDE. UM ESTUDO SOBRE O INGRESSO DE JOVENS NO BATALHÃO DE INFANTARIA ESPECIAL DO RIO DE JANEIRO

LILIANE FREICHOS GODOY SOARES, GÉSSICA CAMPOS LOPES, RAKINA FREZ POUBEL, IVONAIDE TELES LIMA PEREIRA, NATALIA GAVA LAQUINI

Resumo


Resumo: As reflexões ora apresentadas são resultado da análise do perfil de jovens que ingressaram no serviço militar obrigatório nos últimos anos, com foco no Batalhão de Infantaria Especial do Rio de Janeiro. Considerando o desemprego, a precarização das relações de trabalho e a escassez de políticas sociais efetivas, concluímos que o serviço militar obrigatório, apesar de temporário, constitui-se como alternativa à inserção em uma atividade remunerada formal para os jovens de baixa renda. Nesta perspectiva, consideramos que exerce uma função de política social de emprego e renda para este público, apesar de não ser esta sua função primária.

Palavras-chave: Juventude; serviço militar obrigatório; trabalho; política social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.