PROCESSO DE ENVELHECIMENTO BRASILEIRO, RACISMO E GÊNERO: APROXIMAÇÕES NECESSÁRIAS

ILKA CUSTÓDIO DE OLIVEIRA

Resumo


Resumo: Em 2000 a OMS – Organização Mundial de Saúde afirmou que o Brasil tem uma população envelhecida. Os avanços na área da Saúde Pública, conquistados ao longo século XX, são apontados como os principais responsáveis pelos brasileiros alcançarem idades mais avançadas. Essa afirmação tomada isoladamente nos traz que todas as pessoas envelhecem da mesma forma. À compreensão do processo de envelhecimento brasileiro como um processo homogêneo para ricos e pobres, homens e mulheres, brancos e negros, denominamos de envelhecimento como universalidade abstrata, ao qual pretendemos problematizar com a articulação entre o processo de envelhecimento e os conceitos de racismo e gênero.

Palavras-chave: envelhecimento; racismo; gênero


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.