CONSTRUINDO HISTÓRIAS COM ADOLESCENTES METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS NA DESCONSTRUÇÃO DO MACHISMO

PAULA MARTINS SIRELLI, DANIEL FRANCISCO DE SOUZA SANTOS, TARCÍSIO CONCEIÇÃO OLIVEIRA, LÍVIA TORRES PINHEIRO, VICTORIA DE PALMA NENO ROSA

Resumo


Resumo:  As relações sociais no capitalismo se pautam em exploração e opressão. As formas de se relacionar entre homens e mulheres reproduzem opressões e desigualdades que tem base econômica, política e cultural, mas perpetuadas e naturalizadas. Este artigo reflete sobre as possibilidades de questionamento do patriarcado e de construção de relações diversas das que são estabelecidas e reproduzidas no contexto familiar e social em que vivem os adolescentes. A partir de uma experiência extensionista com grupos de adolescentes em uma escola pública refletimos sobre a necessidade de desconstrução do machismo a partir da utilização de metodologias participativas.

Palavras-chave: adolescência; patriarcado; metodologias participativas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.