OS CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS E TERRITORIAIS DE RESISTÊNCIA EM BARCARENA: ATORES, RELAÇÕES DE PODER E EXCLUSÃO SOCIOESPACIAL

EUNÁPIO DUTRA DO CARMO

Resumo


Resumo: Este trabalho analisa conflitos socioambientais envolvendo tensões, desastres, saúde ambiental e mobilidade do capital em Barcarena no contexto de ampliação da reestruturação produtiva agenciada pelas empresas transnacionais da mineração e empreendimentos de infraestrutura que atuam no município. Partindo do entendimento que atualmente o município é recortado por disputas territoriais, analisa-se como e em que medida esses processos de aprofundamento de exclusão socioespacial e injustiça ambiental estão relacionados à expansão dos processos de produção mineral. Para tanto, lançou-se mão das observações e entrevistas da pesquisa de campo realizada no município, como também na participação de oficinas. Desta forma, percebeu-se que a intensa mobilidade do capital e os investimentos diretos em infraestrutura, ao mesmo tempo, em que há movimentos crescente de resistência, protagonizada por grupos sociais e comunidades tradicionais.

Palavras-chave: Conflitos socioambientais; Mobilidade do Capital; Comunidades Tradicionais e Saúde ambiental.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.