PRIORIZAÇÃO DE RISCO EM OBRA DE MÉDIO PORTE ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DO FMEA: UMA FERRAMENTA DE MELHORIA PARA SEGURANÇA DO TRABALHO EM ALTURA

Gustavo Pires do Nascimento Jorge, Marcos Jean Araujo de Sousa, André Luís de Oliveira Cavaignac

Resumo


Visto que na atualidade a engenharia civil movimenta a economia de maneira direta, com isso mais empregos são gerados em buscar de maior qualidade, todavia a segurança dos trabalhadores quase sempre é negligenciada e em consequência disso acidentes de todo tipo de gravidade. No presente trabalho foi feito abordagem da aplicação da ferramenta FMEA (failure mode and effects analysis) em uma obra de médio porte situada na cidade de Imperatriz-MA. Primeiramente no trabalho foi realizado um levantamento fotográfico na obra das inconformidades com as NRs, depois enumerados os principais riscos aos trabalhadores e baseado nos dados adquiridos foram feito a priorização de risco com ajuda do FMEA. Foi observado no trabalho que boa parte das inconformidades pode ser de fácil detecção, o que leva a conclusão do desconhecimento das normas ou simplesmente descaso.


Palavras-chave


Segurança do trabalho, FMEA, construção civil, trabalho em altura.

Texto completo:

PDF

Referências


CARLOS, C. L.; Identificação dos Riscos em Obras de Edificações Residenciais na Realização de Trabalhos em Altura. 2015. 51 f. Monografia (Especialização) - Curso de Engenharia Civil, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2015.

CAVAIGNAC, A. L. O.; UCHOA, J. G. L.; Obtaining FMEA’s indices for occupational safety in civil construction: a theoretical contribution. Brazilian Journal of Operations & Production Management, v. 15, n. 4, p. 558-565, 2018.

CAVAIGNAC, A. L. O.; FORTE, L. L. N.; Utilização do FMEA para priorização de risco ocupacional: uma nova abordagem direcionada a construção civil. Brazilian Journal of Production Engineering- BJPE, v. 4, n. 3, p. 132-149, 2018.

DORS, L.; GOMES, A.; PANDOLFO, A.; KUREK, J.; PANDOLFO, L.; BORDIGNON, S.; Métodos mais Seguros. Revista Proteção. Novo Hamburgo, v. 238, p.84, out. 2011.

DUL, J.; WEERDMEESTER, B. Ergonomia prática. São Paulo: Edgard Blücher, 2004.

FRAGA, Y. S. B.; MENESES, C. A. S.; ANÁLISE DAS NORMAS REGULAMENTADORAS LIGADAS AO TRABALHO EM ALTURA NA CONSTRUÇÃO CIVIL. Caderno de Graduação-Ciências Exatas e Tecnológicas-UNIT, v. 3, n. 3, p. 33, 2016.

GROHMANN, M. Z.; Segurança no trabalho através do uso de EPI’s: estudo de caso realizado na construção civil de Santa Maria. Universidade Federal de Santa Maria-Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, 1997.

LAURENTI, R.; VILLARI, B. D.; ROZENFELD, H. Problemas e melhorias do método FMEA: uma revisão sistemática da literatura. Pesquisa & Desenvolvimento em Produção, Itajubá, Vol. 10, n. 1, 2012. 59-70.

MCDERMOTT, R.; MIKULAK, R. J.; BEAUREGARD, M.The basics of FMEA. 2009. 2. ed. CRC Press, 2009.

MENDES, M. R. A.; Prevenção de acidentes nos trabalhos em altura. Juiz de Fora: Faculdade de Engenharia-UFJF, p. 6-61, 2013.

PALADY, P.; FMEA - análise dos modos de falha e efeitos: prevendo e prevenindo problemas antes que ocorram. São Paulo: IMAN, 1997

RAUSAND, M. & OIEN, K. The basic concepts of failure analysis. Reliability Engineering and System Safety, 1996.

SALIBA, T. M.; PAGANO, S. C. R. S. LEGISLAÇÃO DE SEGURANÇA, ACIDENTE DO TRABALHO E SAÚDE DO TRABALHADOR. São Paulo: LTR, 2018.

SANTANA, V. S.; OLIVEIRA, R. P. Saúde e trabalho na construção civil em uma área urbana do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, p. 797-811, 2004.

STAMATIS, D.H. Failure Mode and Effect Analysis: FMEA from theory to execution. Milwaukee, Winsconsin: ASQ Quality Press, second edition, 2003.

TAKAHASHI, M. A. B.; et al. Precarização do Trabalho e Risco de Acidentes na construção civil: um estudo com base na Análise Coletiva do Trabalho (ACT). Saúde e Sociedade, v. 21, p. 976-988, 2012


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

                      Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE (ISSN: 2447-5580)