DRENAGEM DO CAPITAL E DESESPERANÇA DO TRABALHADOR NO GOVERNO TEMER

Nathana Dorio Cravo Veloso, Raquel Bernardo Fett

Resumo


Resumo

Este artigo é resultado de uma pesquisa que ainda está em andamento, cujo objetivo é conhecer as principais políticas de emprego e renda implementadas pelo governo  Michel Temer no período de 2016 a 2018. A metodologia utilizada foi a pesquisa documental, disponível em diversos websites do Governo Federal e em a publicações de autores e jornais. Nossas conclusões ainda são preliminares, mas podemos já destacar que, nesses dois anos e meio, não se reverteu o desemprego no país; pelo contrário, eliminou-se e paralisou-se alguns programas de emprego e renda, apostando na sua maior política: a contrarreforma trabalhista. Longe de gerar maior empregabilidade, acentuaram-se as péssimas condições da classe trabalhadora brasileira, favorecendo os interesses de acumulação do capital.

Palavras-chave: política de emprego e renda; governo Michel Temer; contrarreforma trabalhista.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.