ACOLHIMENTO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: AUSÊNCIA DE PÚBLICA OU NEGLIGÊNCIA FAMILIAR? UM OLHAR DO CREAS SOBRE ACOMPANHAMENTO DESTAS FAMÍLIAS

Tatiana Figueiredo Ferreira Conceição

Resumo


O presente trabalho possui a intenção de abordar o acolhimento de crianças e adolescentes em instituições e a culpabilização que é incutida as famílias, naturalizadas como negligencia e não como ausência de política pública.O acompanhamento pelo CREAS destas famílias fomentou o estudo de que maior agente violador é o Estado em ausências e políticas ineficazes ao público alvo das políticas sociais.

Palavras-chave: Acolhimento; Políticas Públicas e Negligência Familiar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.