A ESTÁTUA EQUESTRE DE D. JOSÉ I E O LEGADO POMBALINO NA RECONSTRUÇÃO DE LISBOA

Juliano Gomes

Resumo


O presente trabalho analisa a promoção do legado pombalino, a partir da Estátua Equestre de D. José I, inaugurada em 1775. Para compreender a importância de tal monumento, devemos considerar as consequências do Grande Terremoto de 1755, uma vez que a construção daquele monumento artístico e simbólico ocorreu em razão da reconstrução da cidade de Lisboa, destruída pela catástrofe. Nesse contexto, buscamos escrutinar a política encabeçada por Sebastião José de Carvalho e Melo mais conhecido pelo título de Marquês de Pombal (1769), bem como seus desdobramentos no projeto de reconstrução da cidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Anais dos Encontros Internacionais UFES/PARIS-EST