BOATOS E OPINIÃO PÚBLICA: COMO INFLUENCIAM NA AVALIAÇÃO DOS GOVERNANTES E DE SEUS GOVERNOS?

Ana Lucia Santos Coelho

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar a forma pela qual os boatos podem interferir na construção da imagem de um governante. Tentaremos mostrar que eles influenciam diretamente na formação da opinião pública, a ponto de legitimarem ou descredibilizarem um líder político. Para tanto, utilizaremos exemplos que transitam entre o presente e o passado, como o governo da ex-Presidenta Dilma, do rei francês Luís XV e do imperador Nero. O referencial teórico empregado pautar-se-á no próprio conceito de Boato, discutido por Paillard (1990), Kovacs (1998), Kapferer (1993) e Aldrin (2003; 2005).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Anais dos Encontros Internacionais UFES/PARIS-EST