A CULTURA DA UTILIDADE NOS ESCRITOS DAS MEMÓRIAS ECONÔMICAS DA ACADEMIA REAL DAS CIÊNCIAS DE LISBOA.

Igor Endlich Dourado

Resumo


Este artigo propõe explicar a mudança do pensamento português após a Revolução Científica e a Ilustração, assim como analisar, dentro das “Memórias Econômicas da Academia Real de Sciencias de Lisboa”, a valorização de um saber de caráter utilitário, voltado à produção de memórias que contribuiriam para a evolução econômica de Portugal e suas colônias. O trabalho busca mapear, dentro das memórias citadas, os principais assuntos e contextualizá-los com as noções de economia política presentes na Europa do fim do século XVIII e início do XIX.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Anais dos Encontros Internacionais UFES/PARIS-EST