MORTE DE ESCRAVOS DURANTE A PASSAGEM DO CHOLERA MORBUS PELA PROVÍNCIA DO ESPÍRITO SANTO, ENTRE 1855 E 1856: UMA CONSTATAÇÃO SINÓPTICA

José Mauriene Araújo Felipe

Resumo


Este estudo é um esforço no sentido para se comprovar a elevada mortalidade de escravos durante a passagem da epidemia cholera morbus entre 1855 e 1856 na Província do Espírito Santo. As causas da mortandade expressiva de cativos urbanos e rurais sujeitos a condições várias e diferenciadas em relação às classes superiores são explicitadas ao longo do texto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Anais dos Encontros Internacionais UFES/PARIS-EST