MULHER E HISTORIA – OS USOS DA MEMÓRIA PELA CONQUISTA DO ESPAÇO FEMININO

Leandro da Silva Lunz

Resumo


No decorrer da história o uso da memória tornou-se um instrumento de poder, servindo para a construção social e delimitando os comportamentos esperados dos atores envolvidos, cabendo à mulher o espaço privado sendo destinada ao cuidado do lar e a educação dos filhos, e ao homem o espaço público destinado aos negócios, à intelectualidade, o papel da visibilidade. A construção deste modelo permitiu o predomínio dos interesses masculinos nos diversos campos sociais desde a política até ao lazer. Para dialogar sobre esta temática foram utilizados como referência principal Jacques Le Goff (1990), Pierre Nora (1993) e Eric Hobsbawn (2002).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Anais dos Encontros Internacionais UFES/PARIS-EST