Revista do Colóquio

Notícias

 

Chamada de Trabalhos COL17

 

 

A Revista do Colóquio, periódico online vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade Federal do Espírito Santo, está com chamada de trabalhos aberta para composição do seu 17º número, a ser lançado em dezembro de 2019. Entre os dias 29 de agosto e 31 de outubro de 2019, é possível realizar a submissão de Artigos, Relatos de Experiência e Ensaios Visuais pela plataforma de periódicos da Universidade Federal do Espírito Santo.

Com principal interesse nas pesquisas desenvolvidas no interior do campo da arte, a Revista do Colóquio expande, a cada edição, os diálogos com diversas áreas de conhecimento, nas quais se desenvolvem debates e investigações aderentes às suas temáticas. Para seu 17º número, em continuidade ao seu número anterior, a Revista do Colóquio procura trabalhos que exponham processos poéticos em diversos contextos de resistência. Não são raros os exemplos, no interior da História da Arte e na atualidade, de atritos e choques entre práticas artísticas e estruturas políticas hegemônicas, ideologias totalitárias, costumes, tradições e instituições autoritárias. O entendimento de “resistência” não deve ser compreendido como um fim, mas como parte de um movimento. O ato de fazer frente às estruturas hegemônicas é necessário para demarcar conflitos, atritos, mudanças conjunturais e avanços promovidos por propostas de Arte que revelam a realidade sob novas luzes. Por vezes, resistências se prolongam no tempo e, ainda que pareçam desaparecer, deixam marcas permanentes, como formas reconhecíveis ou “fantasmas” a assombrar os paradigmas dominantes.

Sob o título “Permanências, Insistências e Resistências: Marcas, Formas e Fantasmas”, indicamos uma busca por Artigos, Relatos de Experiência e Ensaios Visuais que nos auxiliem a pensar metodologias de ensino, processos de criação e exibição, aspectos historiográficos e teóricos que envolvam práticas artísticas em conflito com situações e condições do seu contexto histórico cultural. Quais práticas, artistas, movimentos, autores, conceitos habitam a História, a Teoria e a Crítica de Arte como “fantasmas”? Sob os nomes, termos e ideias dominantes, quais são aqueles que insistem em permanecer? O que é aquilo que sobrevive ao apagamento?

Pede-se aos proponentes que, antes de iniciarem o processo de submissão, verifiquem atentamente as Diretrizes para Autores no site do periódico.

 
Publicado: 2019-08-28
 
Outras notícias...

n. 16 (2019): Permanências, Insistências e Resistências: Corpos, Discursos e Atitudes


Capa da revista