“DEL DONOSO Y GRANDE ESCRUTINIO”: CRÍTICA LITERÁRIA E INQUISIÇÃO EM UM CAPÍTULO DO “QUIJOTE” (I, 6)

Maria Mirtis Caser, Sérgio Wladimir Cazé dos Santos

Resumo


Motivo do Quijote exaustivamente estudado, a cena do “escrutínio” da biblioteca (Primeira parte, capítulo VI) se presta, neste trabalho, a uma releitura com base em trabalhos recentes sobre o tema – Peña (2005), Buxó (2005) e Santos de La Morena (2005) – e numa análise do diálogo dos personagens sobre os 23 obras literárias citadas no capítulo. O episódio pode ser entendido como uma representação farsesca das atuações, por um lado, da nascente crítica literária e, por outro, da Inquisição espanhola no que se refere à censura e à destruição de livros. As reações do cura e do barbeiro aos títulos dos livros de cavalaria, cancioneiros e novelas pastoris e epopeias configuram um comentário de Cervantes sobre parte da produção literária da Espanha da época, permitindo perceber que, para ele, o problema central era a degeneração da novela de cavalaria, e não o gênero cavaleiresco em si.

PALAVRAS-CHAVE: Literatura maneirista. Cervantes. Quixote. Crítica literária. Inquisição espanhola. 

A motif exhaustively studied in Cervantes’ Quijote, the “escrutínio” episode at the library (First part, chapter VI) is revisited in this essay, which inventories recent works on the subject – Peña (2005), Buxó (2005) e Santos de La Morena (2005) – and analyzes the conversation the characters have about 23 literary books cited in the chapter. The scene may be considered as a farsesque representation of, on one side, emerging literary criticism, and, on the other, Spanish Inquisition’s practices towards book censorship and destruction by fire. The curate’s and the barber’s reaction to the titles of chivalric romances, pastoral songbooks and novels and epic poems elaborates a comment by Cervantes on a portion of Spain’s literary production at the time, allowing to notice that, for him, the main question was the degeneration of chivalric romances, not chivalric genre itself.

KEYWORDS: Mannerism. Cervantes. Quijote. Literary criticism. Spanish Inquisition.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Maria Mirtis Caser, Sérgio Wladimir Cazé dos Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.