Bajo los poderosos auspicios de Rosas: Pedro de Angelis e sua “Colección” de documentos históricos

Deise Cristina Schell

Resumo


Resumo: Durante o governo de Juan Manuel de Rosas alguns letrados tiveram o encargo de publicizar o seu regime através de periódicos que circulavam a partir de Buenos Aires. O erudito napolitano Pedro de Angelis foi um deles. Além de ser um dos principais jornalistas do rosismo, De Angelis era arrendatário da Imprenta del Estado e um aficionado em colecionar documentos históricos. Entre 1835 e 1839, ele publicou uma compilação documental intitulada “Colección de Obras y Documentos relativos a la historia antigua y moderna de las Provincias del Rio de la Plata”. Apesar de ser um projeto pessoal, a obra de De Angelis foi dedicada a Rosas. Neste artigo demonstraremos que havia na seleção, na reunião e na publicação de documentos sobre a história do Prata e nos escritos realizados por Pedro de Angelis na “Colección” um objetivo pragmático: sustentar e divulgar o poder e o discurso rosistas.

Palavras-chave


Palavras-chave: Pedro de Angelis; Juan Manuel de Rosas; Coleção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


      

       

Dimensões - Revista de Históra da Ufes é uma publicação eletrônica semestral do Programa de Pós-Graduação em História (PPGHis) e do Núcleo de Pesquisa e Informação Histórica (NPIH) da Universidade Federal do Espírito Santo. Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1280x1024.