Repercussões do Congresso de Escritores pela Defesa da Cultura de Paris (1935) no Cone Sul: luta antifascista e debates culturais

Ângela Meirelles de Oliveira

Resumo


Resumo: O artigo aborda as repercussões na Argentina, Brasil e Uruguai do Congresso de Escritores pela Defesa da Cultura, realizado em Paris em 1935. O evento foi central para o engajamento dos intelectuais na luta antifascista, por alçar a cultura para o centro dos debates políticos da época por meio, principalmente, da disseminação do lema “em defesa da cultura”. Na perspectiva da circulação de ideias, o artigo analisa os debates culturais que movimentaram a intelectualidade dos países em foco e compreende que a repercussão do movimento europeu foi maior quanto menor foi a organização interna dos intelectuais.

Palavras-chave


Palavras-chave: Antifascismo; Intelectuais; Defesa da cultura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


      

       

Dimensões - Revista de Históra da Ufes é uma publicação eletrônica semestral do Programa de Pós-Graduação em História (PPGHis) e do Núcleo de Pesquisa e Informação Histórica (NPIH) da Universidade Federal do Espírito Santo. Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1280x1024.