Espelhos Paralelos: passagens, trocas, reescritas e reconstruções de imagens

Beatriz Rauscher

Resumo


“Parallel mirrors” é um conjunto de trabalhos em processo, que reúne imagens criadas a partir da passagem por processos fotográficos e digitais. Este artigo relaciona alguns problemas teóricos que dele emergem para buscar os limites entre o que podemos chamar de fotografia e aqueles artefatos iconográficos que não temos propriamente uma palavra para definir. O termo “espelhos paralelos”, escolhido para nomear a série, foi adotado a partir da ideia do deslocamento do referente resultante da apropriação de imagens e sua submissão às operações poéticas do cruzamento, edição e remixagem.


Palavras-chave


Imagem; cruzamento de processos; apropriações

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Beatriz Rauscher