A trajetória dos castrati nos teatros da corte de Lisboa (séc. XVIII)

Kristina Augustin

Resumo


Ao longo do processo de italianização da música portuguesa no século XVIII, existem várias referências históricas aos castrati italianos tanto na Capela Real como nos teatros da corte de Lisboa. Com base na revisão bibliográfica e principalmente pesquisa arquivística, como análise dos livros de despesa, libretos, partituras manuscritas e correspondências da época, o artigo aborda o percurso histórico dos castrati italianos ampliando o entendimento sobre as práticas musicais que esses cantores protagonizaram na corte portuguesa.

Palavras-chave


ópera, prática vocal, música antiga, castração.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.