O TEATRO COMO ESPAÇO DE REINTERPRETAÇÃO DOS MITOS GREGOS PARA UM (RE) POSICIONAMENTO DA MULHER NA SOCIEDADE

Maria Cláudia Bachion Ceribeli

Resumo


O teatro é uma linguagem artística que possibilita reflexões sobre o pensamento da sociedade, sobre como essa sociedade se comporta em relação aos eventos que marcam o período em que tais atitudes dos indivíduos se manifestam e expressa o pensamento desse indivíduo que, como uma mónada, torna-se voz dessa sociedade. Desta forma, o teatro é espaço de resistência, de insurgência, de transformação da realidade, informando e formando ideias, propondo novos posicionamentos através dos textos teatrais. Utilizando a linguagem dramática e literária, a mulher e o comportamento da sociedade em relação a ela são, neste artigo, objeto de reflexão e um convite à ação, à transformação. Para dar voz às mulheres, e provocar o pensamento crítico de uma sociedade historicamente machista, opta-se pela reinterpretação dos mitos gregos, como Fedra, Medea, Antígona, Penélope e Clitmnestra, figuras marcantes da antiguidade que, através das versões criativas de autoras como Diana de Paco Serrano, Griselda Gambaro e Ximena Escalante, apresentam novos posicionamentos femininos diante do papel que foi atribuído à mulher representar nessa sociedade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 PERcursos Linguísticos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

This work is licensed under a Creative Commons  Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 Internacional (CC BY-NC-ND 4.0). For more information about the license:https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/