A PARTICIPAÇÃO EM ESPAÇOS COLETIVOS E A AUTONOMIA DOS IDOSOS

Rosane Bernardete Brochier Kist, Leonia Capaverde Bulla

Resumo


Este artigo discute uma pesquisa que teve como objetivo analisar a participação de idosos em grupos de convivência e sua contribuição à garantia de seus direitos e de sua autonomia. A coleta de dados realizou-se junto a grupos de idosos vinculados à Prefeitura Municipal de Porto Alegre e a duas universidades, uma pública e outra privada. Optou-se pelo método dialético-crítico e pelo enfoque qualitativo, utilizando-se como técnicas de pesquisa a entrevista semiestruturada, a observação aberta e a pesquisa documental. Todos os entrevistados assinaram o formulário e o termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Constatou-se que a participação dos idosos nos grupos analisados lhes oportuniza inúmeros benefícios e contribui para a realização de processos coletivos que estimulam o exercício pleno da cidadania, garantindo sua autonomia e a melhoria de sua qualidade de vida.

 


Palavras-chave


Participação Social. Autonomia. Garantia de direitos

Texto completo:

PDF

Referências


ALLUÉ, Ramón Cristòfol; MORAGAS, Ricardo Moragas (Org.). El coste de la dependencia al envejecer. Barcelona: Herder S. L., 2003.

AMARÓS, P. et al. Construyendo futuro: las personas mayores: una fuerza social emergente. Madrid: Alianza Editorial, 2006.

BARDIN, Lourence. Análise do Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Lei que regulamenta a profissão de Assistente Social (1993). Lei n. 8662/1993. In: CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL (CRESS) 11ª REGIÃO. Coletânea de Legislações: Direitos de Cidadania. Edição Especial do II Congresso Paranaense de Assistentes Sociais. Curitiba: CRESS 10ª, 2003. p. 06-12.

BULLA, L. C; SOARES, E. S.; KIST, R. B. B. Cidadania, pertencimento e participação social de idosos. Grupos Trocando Ideias e Matinê das Duas: Cine Comentado. Revista Ser Social 21, Brasília, p. 169-196, 2008.

CAMARANO, A. A. KANSO, S.; MELLO, J. L. Como vive o idoso brasileiro? In: CAMARANO, A. A. (Org.) Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA, 2004. p. 25-73.

CARVALHO, Denise Bomtempo Birche; SILVA, Maria Ozanira da Silva (Org.). Serviço Social, Pós-Graduação e produção de conhecimento no Brasil. São Paulo: Cortez, 2005.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Código de Ética Profissional do Assistente Social (1993). Resolução CFESS n. 273/1993. In: CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL (CRESS) 11ª REGIÃO. Coletânea de Legislações: Direitos de Cidadania. Edição Especial do II Congresso Paranaense de Assistentes Sociais. Curitiba: CRESS 10ª, 2003. p. 13-24.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. Resolução CNS n. 196/1996. Disponível em: . Acesso em: 9 fev. 2014.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. Resolução CNS n. 251/1997. Disponível em: . Acesso em: 9 fev. 2014.

COUTO, Berenice Rojas. Formulação de projeto de trabalho profissional. In: CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL; ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO E PESQUISA EM SERVIÇO SOCIAL. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009. p. 651-663.

CURY, Carlos R. Jamil. Educação e Contradição. São Paulo: Cortez, 1985.

DEMO, Pedro. Participação é conquista: noções de política social. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

FERNÁNDEZ-BALLESTEROS, Rocío. Calidad de vida en la vejez: condiciones diferenciales. Anuario de Psicología, Barcelona, n. 73., p. 89-104, 1997.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido. 6. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

GUERRA, Yolanda. A dimensão investigativa no exercício profissional. In: CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL; ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO E PESQUISA EM SERVIÇO SOCIAL. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009. p. 701-717.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICAS. IBGE. Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2011.

______. Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das Condições de Vida da População brasileira 2007. Estudos e Pesquisas, Informação demográfica e socioeconômica n. 21. Rio de Janeiro: IBGE, 2007.

______. Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das Condições de Vida da População brasileira 2008. Estudos e Pesquisas, Informação demográfica e socioeconômica n. 23. Rio de Janeiro: IBGE, 2008.

______. Síntese de Indicadores Sociais: uma análise das Condições de Vida da População brasileira 2010. Estudos e Pesquisas, Informação demográfica e socioeconômica n. 27. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

IRIGARAY, Tatiana Quarti. Envelhecendo e Aprendendo. In: CASTRO, Odair Perugini (Org.). Envelhecer: revisitando o corpo. Sapucaia do Sul: Notadez, 2004. p. 55-67.

KIST, Rosane Bernardete Brochier. Os Grupos de Convivência em Porto Alegre e sua contribuição à garantia de direitos e à autonomia de homens e mulheres idosos: uma aproximação com os Centros de Idosos em Barcelona. 2011. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de Pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas S.A., 2006.

MARQUES, A. C. S.; MAIA, R. C. M. Dimensões da autonomia no combate à pobreza: O Programa Bolsa-Família sob a perspectiva das beneficiárias. Revista Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n. 92, p. 58-84, 2007.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos. Lisboa: Edições 70, 1975.




DOI: https://doi.org/10.22422/2238-1856.2014v14n28p151-171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES:

Latindex: http://www.latindex.unam.mx/

Dialnet: http://dialnet.unirioja.es/servlet/revista?codigo=19796

IndexCopernicus: http://journals.indexcopernicus.com/passport.php?id=8544

Portal de periódicos da Ufes: http://peridicos.ufes.br

Diadorim-IBICT: http://diadorim.ibict.br/handle/1/319

LICENÇA:

CC BY https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/