Estudo historiográfico de dissertações de mestrado sobre o português falado em Minas Gerais

Autores

  • Eduardo Tadeu Roque Amaral Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

Este trabalho apresenta uma análise historiográfica de dissertações de mestrado que analisam dados do português falado em Minas Gerais. A pesquisa está baseada em pressupostos teóricos da Historiografia da Linguística, associados com estudos sobre a construção de uma identidade "mineira”. Compõem o corpus 68 dissertações defendidas na Faculdade de Letras da UFMG entre os anos de 1980 e 2010. Entre os resultados, verificamos um grande aumento de pesquisas sobre o português oral nos anos 2000, bem como uma prevalência de estudos com dados de Belo Horizonte e do seu entorno. Defendemos que os resultados se relacionam com a construção de uma "mineiridade", a qual se manifesta, nos estudos linguísticos contemporâneos, como uma busca pela identificação do "mineirês".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Tadeu Roque Amaral, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Letras pela USP. Professor Adjunto da Universidade Federal de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

2017-09-18