A PALAVRA-CHAVE CULTURA E SEUS CONTEXTOS DE USO: UMA PROPOSTA DE ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO JORNALÍSTICO ONLINE

Autores

  • Daniele de Oliveira Professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia
  • Carlos Magno Pinheiro Barreto Júnior UFBA - Universidade Federal da Bahia

Resumo

A Análise Crítica do Discurso (ACD) considera a linguagem como momento irredutível das práticas sociais e sua principal atividade crítica consiste em tornar visível as relações de poder. Sendo assim, esta pesquisa teve como objetivo analisar a comodificação (Fairclough, 2001) dos discursos sobre cultura, bem como refletir sobre o contexto de uso da palavra-chave cultura e sua relação com o carnaval de Salvador. Foi delimitado um corpus de 22 textos publicados no mês de fevereiro de 2016 no site do jornal baiano Correio, atentando para o aparecimento da palavra-chave cultura. A categoria analítica utilizada foi, sobretudo, uma análise semântica da palavra, pensando na relação entre seu contexto de uso e possíveis pressuposições ideológicas. Após a análise, pode-se afirmar (i) que não há um consenso semântico quanto ao uso da palavra cultura; (ii) que o termo foi usado como um fator de coesão; (iii) que o carnaval é representado nesse discurso sem ampla participação social, e que não há questionamentos quanto a problemas estruturais da festa e (iv) que houve uma tendência em aproximar o vocabulário da economia com o que é dito sobre cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele de Oliveira, Professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia

Instituto de Letras da UFBA

Departamento de Letras Vernáculas

Professora do Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras

Professora do Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura - PPGLINC.

Carlos Magno Pinheiro Barreto Júnior, UFBA - Universidade Federal da Bahia

Graduando do curso Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades na UFBA.

Downloads

Publicado

2018-08-02