PRECONCEITOS LINGUÍSTICOS EM CONTATO LINGUÍSTICO E DIALETAL NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Autores

  • Gregory Riordan Guy Department of Linguistics, New York University - 10 Washington Place - New York, N Y 10003.

Resumo

A população estado-unidense inclui números altos de falantes de línguas e dialetos distintos do inglês padrão. As mais numerosas destas comunidades linguísticas minoritárias são os falantes do inglês afro-americano (o dialeto estigmatizado falado pela maioria de negros americanos), e os hispânicos, que incluem falantes de espanhol, e de dialetos distintos de inglês. A ideologia e a política linguística dominante dos Estados Unidos estigmatizam e desprezam estas variedades não-padrão, com resultados altamente negativos para os falantes e as comunidades minoritárias, tais como subdesempenho educacional e exclusão social. Estas políticas são efetivamente equivalentes a violações dos direitos humanos básicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-03-01