PLAYGROUND: Performatividade da Imagem e do Espectador Moventes: Práticas Artísticas e Curatoriais em Campo (Palco) Aberto

Autores

  • Ana Rito Bolseira da FCT, encontrando-se a realizar Doutoramento na especialidade de Instalaçãovídeo

DOI:

https://doi.org/10.47456/rf.v1i13.11039

Resumo

A partir da prática artística e curatorial, o presente ensaio desenha a sua estratégia investigativa: considerar diferentes noções de palco e de ecrã, elasticizando e definindo uma “zona de contacto” que se concretiza quer no espaço expositivo (museográfico ou galerístico) quer, mais especificamente, na experiência da vídeo-instalação. A aproximação de duas linguagens, a cinematográfica e a performativa (entre a “aparição” da imagem e a construção do objecto), instaura um novo paradigma do olhar que coloca em cena o corpo do espectador (agora) movente e activo na orientação do seu próprio processo perceptivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-20

Como Citar

Rito, A. (2015). PLAYGROUND: Performatividade da Imagem e do Espectador Moventes: Práticas Artísticas e Curatoriais em Campo (Palco) Aberto. Revista Farol, 1(13), 9–27. https://doi.org/10.47456/rf.v1i13.11039

Edição

Seção

Artigos