“Também sou teu povo”. As interpelações sagradas/profanas nos contextos de travestilidades na cidade Juazeiro do Norte – CE

Autores

  • Francisco Francinete Leite Júnior
  • Francisco Arrais Nascimento

Resumo

Objetiva-se com este artigo articular gênero e religiosidade a partir da obra cinematográfica “Também sou teu povo” (2006), sob direção de Orlando Pereira da Silva (1975-2013) e Franklin Lacerda. Tendo em vista priorizar as relações estabelecidas entre o sagrado e o profano no contexto das travestilidades vivenciadas na cidade de Juazeiro do Norte – Ceará. Metodologicamente a pesquisa apresenta-se enquanto explicativa arraigada em uma abordagem analítico-discursiva. Como resultado percebeu-se que a obra em analisada possibilita um panorama diverso sobre o modo de vida de travestis que trazem em suas vivencias marcas que entrecruzam o sagrado e o profano. Para tanto compreendeu-se que as questões de gênero nas vivencias das travestilidades não interferem nas relações com o sagrado, assim as romeiras e devotas do “Padim ciço” reinventam a cena em um movimento de resistência e subordinação a norma vigente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-09-01

Edição

Seção

TEMÁTICA LIVRE