Ensino à distância e suas implicações para a formação dos assistentes sociais: uma reflexão dos cursos EAD no Estado de Pernambuco

Autores

  • Tatianne Amanda Bezerra da Silva Mestranda em Educação Contemporânea pela Universidade Federal de Pernambuco e bolsista pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco. http://orcid.org/0000-0002-4296-1219
  • Josinês Barbosa Rabelo Assistente Social da Prefeitura Municipal do Recife e doutora em Desenvolvimento Urbano pela Universidade Federal de Pernambuco.

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2017v17n33p103-140

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar os elementos acerca da realidade da modalidade de ensino à distância no estado de Pernambuco, utilizando-se para tanto de documentos e dados disponibilizados pelo Conselho Regional de Serviço Social – 4ª Região recolhidos em seu processo de fiscalização do exercício profissional de Assistentes Sociais. A fim de enriquecer e aprofundar a pesquisa, utilizamos também a técnica de entrevista com 2 (duas) assistentes sociais que atuam no CRESS – PE, tendo em vista que são compostas de narrativas das situações vividas pelas profissionais nos processos de fiscalização realizados pelo referido conselho, complementando os dados coletados acerca do EaD e apresentando a incompatibilidade da educação a distância com a formação profissional em Serviço Social.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatianne Amanda Bezerra da Silva, Mestranda em Educação Contemporânea pela Universidade Federal de Pernambuco e bolsista pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco.

Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Educação Contemporânea (PPGEDUC) da Universidade Federal de Pernambuco- Centro Acadêmico do Agreste (UFPE-CAA). Possui graduação em Serviço Social pela Associação Caruaruense de Ensino Superior (2014), tendo obtido láurea acadêmica. Interessa-se por estudos nas áreas de Estado, Trabalho e Políticas de Ensino Superior.

Josinês Barbosa Rabelo, Assistente Social da Prefeitura Municipal do Recife e doutora em Desenvolvimento Urbano pela Universidade Federal de Pernambuco.

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Católica de Pernambuco (1988), mestrado em Desenvolvimento Urbano pela Universidade Federal de Pernambuco (1999) e doutorado em Desenvolvimento Urbano pela Universidade Federal de Pernambuco (2014). Atualmente é assistente social da Prefeitura Municipal de Recife. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: participação, cidadania, políticas públicas, desenvolvimento e meio ambiente.

Referências

ABEPSS. Política Nacional de Estágio da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social – ABEPSS. Disponível em: < http://www.cfess.org.br/arquivos/pneabepss_maio2010_corrigida.pdf >. Acesso em: 04 de maio de 2016.

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. In: Pós-neoliberalismo: As políticas Sociais e o Estado Democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra: 1995.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação à Distância. 2007. Referenciais de qualidade para Educação Superior à Distância. Ministério da Educação: Brasília, 2007. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf > . Acesso em: 04 de maio de 2016.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL – CFESS. Sobre a incompatibilidade entre graduação à distância e Serviço Social. Brasília: CFESS, 2011.

______. CFESS Manifesta: Educação não é fast-food: diga não para a graduação à distância em Serviço Social. Brasília: CFESS, 2011a.

______. CFESS Manifesta. Temporalis, Brasilia (DF), ano 11, n.21, p.281-288, jan./jun. 2011b.

______. CFESS Manifesta: Dia do/a Assistente social. Brasília: CFESS, Maio de 2012.

______. Sobre a incompatibilidade de graduação à distância e Serviço Social. Brasília: CFESS, 2014. v. 2.

CRESS. Ensino à Distância em Serviço Social no Espírito Santo. CRESS 17ª Região/ES: Vitória, 2009.

CHAUÍ, Marilena. Escritos sobre a universidade. São Paulo: Editora UNESP, 2001.

FERREIRA, Débora Spotorno Moreira Machado. 2011. 189 fls. A contrarreforma da educação superior do governo Lula e a formação profissional em Serviço Social: uma análise dos impactos do REUNI nos cursos de Serviço Social das universidades federais dos estados do Espírito Santo, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação da Escola de Serviço Social, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de fora: 2011.

IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na cena contemporânea. Disponível em: < http://ava.unit.br/dokeos/conteudo/pdf/SS_Conteporaneidade.pdf >. Acesso em: 22 de junho de 2017.

INEP/MEC. Censo da Educação Superior. Sinopses Estatísticas da Educação Superior – Graduação [2009]. Disponível em: < http://www.inep.gov.br >. Acesso em: 22 de junho de 2017.

______. Censo da Educação Superior. Sinopses Estatísticas da Educação Superior –
Graduação [2010]. Disponível em: < http://www.inep.gov.br/ >. Acesso em: 22 de junho de 2017.

LIMA, Kátia Regina de Souza. Contra-reforma na educação superior: de FHC a Lula. São Paulo: Xamã, 2007.

SOARES, Laura Tavares. Os custos do ajuste neoliberal na América Latina. 3ª Ed. São Paulo: Cortez, 2009.

PEREIRA, Larissa Dahmer. Educação e Serviço Social: do confessionalismo ao empresariamento da formação profissional. São Paulo: Xamã, 2008.

______. Mercantilização do ensino superior, educação à distância e Serviço Social. Rev. Katál. Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 268-277, jul./dez. 2009.

Downloads

Publicado

2017-09-18