O NEXO NECESSÁRIO E VITAL: IDEOLOGIA E HISTÓRIA EM KARL MARX

Autores

  • Adilson Aquino Silveira Júnior Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.22422/2238-1856.2013v13n26p37-54

Resumo

Este texto visa apreender as determinações teórico-metodológicas fornecidas pela obra de Karl Marx para a análise das relações entre as dimensões econômicas e ideológicas da reprodução social e, especificamente, do ordenamento social matizado pelas contradições classistas. Foram utilizados como fontes bibliográficas os textos marxianos, elaborados em diversos momentos da vida intelectual do autor, além das sínteses e interpretações de pensadores que apreenderam e desenvolveram, positiva e criativamente, a perspectiva de Marx, tais como Georg Lukács, Antônio Gramsci e István Mészáros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adilson Aquino Silveira Júnior, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando em Serviço Social da Universidade Federal de Pernambuco e Mestrado em Serviço Social pela UFPE.

Referências

CHAUÍ, M. O que é Ideologia. São Paulo: Brasiliense, 1980.
COELHO, E. Uma esquerda para o capital: Crise do Marxismo e Mudanças nos Projetos Políticos dos Grupos Dirigentes do PT (1979-1998). Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal Fluminense, UFF, 2005.
COUTINHO, C. N. De Rousseau a Gramsci: ensaios de teoria política. São Paulo: Boitempo, 2011.
EAGLETON, T. Ideologia: uma introdução. Tradução de S. Vieira e L. C. Borges. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista; Boitempo, 1997.
GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere: introdução ao estudo da filosofia e a filosofia de Benedetto Croce. Tradução de Carlos Nelson Coutinho com a colaboração de Luiz Sergio Henriques e Marco Aurélio Nogueira. 5. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011. 1 v.
KONDER, L. A Questão da Ideologia. São Paulo: Cia das Letras, 2002.
LÖWY, M. As aventuras de Karl Marx contra o Barão de Münchhausen. 7. ed. Tradução de Juarez Guimarães e Suzane Felice Léwy. São Paulo: Cortez, 2000.
LUKÁCS, G. Para uma ontologia do ser social I. Tradução de Carlos Nelson Coutinho, Mario Duayer, Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2012.
______. Prolegômenos para uma ontologia do ser social: questões de princípios para uma ontologia hoje tornada possível. Tradução de Lya Luft e Rodnei Nascimento. São Paulo: Boitempo, 2010.
MARX, K. Grundrisse: manuscritos econômicos de 1857-1858: esboços da crítica da economia política. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2011.
______. Lutas de Classes na Alemanha. Tradução de Nélio Schneider. São Paulo: Expressão Popular, 2010a.
______. Crítica da filosofia do direito de Hegel. 2. ed. Tradução de Rubens Enderle e Leonardo de Deus. São Paulo: Boitempo, 2010b.
______. Contribuição à crítica da economia política. Tradução de Florestan Fernandes. São Paulo: Expressão Popular, 2008a.
______. O capital: crítica da economia política – O processo de produção do capital. Tradução de Reginaldo Sant’Anna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008b.
______; ENGELS, F. A ideologia alemã. Tradução de Rubens Enderle, Nélio Schneide e Luciano Cavini Martorano. São Paulo: Boitempo, 2007.
______; ENGELS, F. A sagrada família. Tradução de Marcelo Bakes. São Paulo: Boitempo, 2003.
MÉSZÁROS, I. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2009.
______. Filosofia, ideologia e ciência social. Tradução de Ester Vaisman. São Paulo: Boitempo, 2008.
______. O poder da ideologia. Tradução de Paulo Cezar Castanheira. São Paulo: Boitempo, 2004.
ROSDOLSKY, Roman. Gênese e estrutura de O Capital de Karl Marx. Rio de Janeiro: EDUERJ; Contraponto, 2001.
VAISMAN, E. A ideologia e sua determinação ontológica. Verinotio, ano VI, n. 12, p. 40-64, 2010. Disponível em: <http://www.verinotio.org/conteudo/0.49365 995032122.pdf> Acesso em: 10 jun. 2012.
ZIZEK, S. (Org.). Um mapa da ideologia. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

Downloads

Publicado

2014-02-20