EDUCAÇÃO PERMANENTE E SERVIÇO SOCIAL: APONTAMENTOS SOBRE A FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Autores

  • Chrislayne Caroline dos Santos Nascimento Universidade Federal do Rio Grande do Norte http://orcid.org/0000-0003-4267-9763
  • Carla Montefusco de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.22422/2238-1856.2016v16n31p133-166

Resumo

O presente artigo tem como objeto de análise a Educação Permanente em Serviço Social, tendo como objetivo principal ressaltar a Política de Educação Permanente do conjunto CFESS – CRESS, elaborada coletivamente pela categoria profissional, como possível estratégia e instrumento de resistência à lógica de formação e qualificação profissional propagada pelo capital na contemporaneidade. A metodologia adotada no processo de pesquisa consiste na pesquisa bibliográfica e documental, e centra-se nas discussões acerca do processo de reestruturação produtiva e as inflexões sobre a qualificação profissional, o ensino superior brasileiro e a formação em Serviço Social. Nessa direção, aponta-se a educação permanente em Serviço Social como estratégia essencial à construção de uma perspectiva social crítica de qualificação e na direção do projeto ético-político da profissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Chrislayne Caroline dos Santos Nascimento, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2014), Mestranda em Serviço Social na UFRN. Tem experiência em monitoria acadêmica de projetos de ensino na área de Administração e Planejamento em Serviço Social, e Assessoria em Projetos Sociais. Atualmente, realiza estudos e produções versadas nas temáticas: Trabalho, Serviço Social, Formação e Educação Permanente.

Carla Montefusco de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Assistente Social, doutora em Ciências Sociais. Professora Adjunta do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN.

Referências

ABEPSS. Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Diretrizes gerais para o curso de Serviço Social. Rio de Janeiro: ABEPSS, 1996. Disponível em: <http://www.abepss.org.br/uploads/textos/documento_201603311138166377210.pdf> Acesso em: 15 mar. 2015.

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho, ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 1999.

CASTRO, Alba Tereza Barroso de. Tendências e contradições da educação pública no Brasil: a crise na universidade e as cotas. In: BOSCHETTI, Ivanete; BEHRING, Elaine R.; SANTOS, Silvana Mara de Morais et al. (Orgs.). Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2008.

CFESS. Conselho Federal de Serviço Social. Subsídios para a atuação de assistentes sociais na política de educação. Brasília-DF: CFESS, 2013. (Série - Trabalho e Projetos Profissional nas Políticas Sociais).

______. Política de educação permanente do conjunto CFESS-CRESS. Brasília-DF: CFESS, 2012.

______. Código de Ética profissional dos assistentes sociais. Brasília-DF: CFESS, 1994.

CHAUÍ, Marilena. A Universidade Pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 24, p. 5-15, set./dez. 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n24/n24a02.pdf> Acesso em: 20 set. 2014.

CIAVATTA, M. Trabalho e educação: a questão da qualificação In: SERRA, Rose. (Org.). Espaços ocupacionais e Serviço Social: ensaios críticos. Juniaí: Paco Editorial: 2012.

CISLAGHI, Juliana Fiuza. Financiamento do ensino superior no Brasil: novos e antigos mecanismos de privatização do fundo público. In: SALVADOR, Evilásio et al. (Orgs). Financeirização, fundo público e política social. São Paulo: Cortez, 2012.

FERNANDES, Rosa Maria Castilhos. Educação permanente: um desafio para o Serviço Social. Revista Textos & Contextos, Porto Alegre, v. 6, n. 1, p. 207-218. jan./jun. 2007.

______. Educação Permanente: uma dimensão formativa no Serviço Social. 2008. 199 f. Tese de Doutorado em Serviço Social) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2008.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A produtividade da escola improdutiva. São Paulo: Cortez, 1984.

______. Educação e formação humana: ajuste neoconservador e alternativa democrática. In: GENTILI, Pablo A.; SILVA, Tomaz da. (Orgs.). Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. Petrópolis: Vozes. 1994.

GERMANO, José W. Estado militar e educação no Brasil (1964-1985). 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

GUERRA, Yolanda. A instrumentalidade do Serviço Social. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

______. A dimensão técnico-operativa do exercício profissional. In: SANTOS Cláudia Mônica dos et al. (Orgs). A dimensão técnico-operativa no Serviço Social: desafios contemporâneos. 2. ed. Juiz de Fora: UFRJE, 2013.

GUIMARÃES, Gleny Terezinha D.; ROCHA, Maria Aparecida M. de. Transformações no mundo do trabalho: repercussões no mercado de trabalho do assistente social a partir da criação da LOAS. Revista Textos & Contextos, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p. 23-41, jan./jun. 2008.

HARVEY, David. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2008.

IAMAMOTO, Marilda Vilela. O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 13. ed. São Paulo, Cortez, 2007.

LEHER, R. Da ideologia do desenvolvimento à ideologia da globalização: a educação como estratégia do Banco Mundial para ‘alívio’ da pobreza. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 1998.

LIMA, Katia Regina R.; PRADO, Francisca H. Saboia; NOVAES, Marcos Adriano. Estado, Políticas Públicas, Contrarreforma e acesso à Educação Superior no governo Lula da Silva. In: JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS, 5., 2011, Maranhão. Anais eletrônico... Maranhão: UFMA, 2011. p. 1-10.
MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Tradução de Regis Barbosa e Flávio Khote. São Paulo: Nova Cultural, 1996. Volume 1 – Livro Primeiro: Processo de trabalho e processo de valorização. Disponível em: <http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_fontes/acer_marx/ocapital-1.pdf> acesso em 01 de agosto de 2014.

PAULO NETTO, José; BRAZ, Marcelo. Economia política: uma introdução crítica. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

PAIVA, Vanilda Pereira; RATTNER, Henrique. Educação permanente e capitalismo tardio. São Paulo: Cortez, 1985.

RAMOS, Sâmya Rodrigues. A importância da articulação entre ABEPSS, conjunto CFESS/CRESS e ENESSO para a construção do projeto ético-político do serviço social brasileiro. Temporalis, Brasília-DF, ano 11, n.22, p.113-122, jul./dez. 2011.

SERRA, Rose; TAVARES, Maria Augusta da Silva. Desemprego e mercado de trabalho no contexto das crises contemporâneas e suas particularidades no Brasil. In: ______. (org.). Espaços ocupacionais e Serviço Social: ensaios críticos. Juniaí, Paco Editorial: 2012.

TORRES, Mabel Mascarenhas. Atribuições Privativas presentes no exercício profissional do assistente social: uma contribuição para o debate. Libertas, Juiz de Fora, v. 1, n. 2, p.42-69, jun. 2007.

Downloads

Publicado

2017-02-13