Populações em situação de rua: Os processos de exclusão e inclusão precária vivenciados por esse segmento.

Autores

  • Jane Cruz Prates Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Porto Alegre (RS)
  • Flávio Cruz Prates
  • Simone Machado

DOI:

https://doi.org/10.22422/2238-1856.2011v11n22p191-216

Resumo

O presente artigo problematiza os processos de exclusão e inclusão precária a que estão sujeitos pessoas que vivem nas ruas dos grandes centros urbanos, marcados por processos de discriminação e estigmas, não só  de parte da sociedade em geral, mas também daqueles que, a partir da oferta de serviços públicos,  deveriam buscar a garantia de seus direitos. Aborda a realidade dos sujeitos em situação de rua a partir de dados nacionais e internacionais que dão visibilidade a suas características e condições de vida, identificados através de diversos estudos, entre os quais alguns realizados em Porto Alegre, dos quais os autores foram pesquisadores. Aborda, de modo sucinto,  os eixos, diretrizes e estratégias previstas pela recente política de inclusão social para populações em situação de rua que vem sendo implantada no Brasil e aponta algumas sugestões para a intervenção social nessa expressão da questão social

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jane Cruz Prates, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Porto Alegre (RS)

Possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do RS (1982), Mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do RS (1995) e Doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do RS (2003). Atualmente é professora dos Cursos de Graduação e Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da PUCRS - PPGSS, desde dezembro de 2009, pesquisadora dos Núcleo de pesquisa NEDEPS, líder do Grupo de Estudos sobre Teoria Marxiana , Ensino e Politicas Públicas - GETEMPP, pesquisadora da Rede Latinoamericana - Laboratório Internacional de Estudos Sociais da Federação Internacional de Universidades Católicas - FIUC e Pesquisadora Produtividade do CNPq (dezembro de 2009) Tem experiência nas áreas da gestão pública (direção, planejamento e supervisão) e docência em Serviço Social, trabalhando principalmente os seguintes temas: pesquisa social, politicas públicas em especial a politica de assistência social e sistema único de assistência social, ensino e trabalho do assistente social, gestão e planejamento social especialmente no setor público (elaboração de projetos, captação de recursos e construção de indicadores, além de práticas participativas ) processos de monitoramento e avaliação de políticas sociais. Atualmente, além da dedicação à docência e à pesquisa, realiza cursos, palestras, assessorias e consultorias nestas áreas e tem livros e/ou artigos publicados sobre os temas mencionados. Tem longa experiência na gestão pública, onde se destacam o exercício de funções como Direção Técnica no municipio de Porto Alegre, Diretora Geral e Secretária de Estado Substituta, no Governo do Estado do RS

Downloads

Publicado

2012-02-04

Edição

Seção

Artigos de Temas Livres