Capitalismo dependente, neoliberalismo e financeirização das políticas sociais no Brasil

Autores

  • Tatiana Brettas Escola de Serviço Social da UFRJ,

DOI:

https://doi.org/10.22422/2238-1856.2017v17n34p53-76

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar os mecanismos que contribuíram para a financeirização das políticas sociais no Brasil no contexto do neoliberalismo. Para tanto, foi feito um resgate de alguns aspectos da formação sócio-histórica brasileira que contribuem para a análise dos marcos da dependência e seus elementos estruturais. Após um breve resgate da trajetória das políticas sociais, buscou-se discutir suas particularidades no neoliberalismo dando destaque para o processo de financeirização e sua capacidade de abarcar o conjunto da vida social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Brettas, Escola de Serviço Social da UFRJ,

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2000) e em Serviço Social pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2012). Concluiu mestrado em Serviço Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) e o doutorado em Serviço Social na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2013). Professora da Escola de Serviço Social da UFRJ, tem experiência na área de Economia e Serviço Social, com ênfase em Economia Política e Formação sócio-econômica do Brasil, Política Social, Fundo Público e Orçamento.

Referências

BARREYRO, Gladys B. Mapa do ensino superior privado. Brasilia: INEP, 2008.
BEHRING, Elaine & BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e história. São Paulo: Cortez, 2010.
BOSCHETTI, Ivanete. Assistência Social e trabalho do capitalismo. São Paulo: Cortez, 2016.
BRETTAS, Tatiana. Dívida pública: uma varinha de condão sobre os recursos do fundo público. In: SALVADOR, Evilásio et al (orgs.). Financeirização, fundo público e política social. São Paulo: Cortez, 2012.
BRUNO, Miguel & CAFFÉ, Ricardo. Indicadores macroeconômicos de financeirização: metodologia de construção e aplicação ao caso do Brasil. In: BRUNO, Miguel (org). População, espaço e sustentabilidade: contribuições para o desenvolvimento do Brasil. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Ciências Estatísticas, 2015.
CONCEIÇÃO, Tainá et al. O financiamento da saúde no Brasil: principais dilemas. Brasília (DF): Revista Temporalis, ano 12, n.23, p.97-124, jan./jun. 2012.
COSTA, Fernando Nogueira da. Bancarização e financeirização. Brasil debate, 30/11/2015. Disponível em: http://brasildebate.com.br/bancarizacao-e-financeirizacao/. Acesso em 10/09/2017.
HARVEY, David. Neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2008.
IANNI, OCTÁVIO. Estado e planejamento econômico no Brasil. Rio de Janeiro: UFRJ, [1971] 2009.
_______. Ditadura do grande capital. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1981.
LAPAVITSAS, Costas. Capitalism financialised: crisis and financial expropriation. In: Research on money and finance. Discussion Paper no 1. London: Department of Economics-SOAS, 2009.
MARINI, Ruy M. Marini. Dialética da Dependência. In: STEDILE, João Pedro; TRANSPADINI, Roberta (Orgs.). Ruy Mauro Marini: vida e obra. São Paulo: Expressão Popular, [1973] 2011.
MOURA, Rivânia. Crédito consignado: face da expropriação financeira no curso da contrarreforma da previdência. Brasília: Revista SER Social, v. 18, n. 39, p. 374-390, jul-dez, 2016
OSORIO, Jaime. O Estado no centro da mundialização: a sociedade civil e o tema do poder. São Paulo: Outras Expressões, 2014.
PAULANI, Leda & PATO, Christy G. G. Investimentos e servidão financeira: o Brasil no último quarto do século. In: PAULANI, Leda. Brasil delivery. São Paulo: Boitempo, 2008.
ROCHA, Marco Antônio da. Grupos econômicos e capital financeiro: uma história recente do grande capital brasileiro. 2013.Tese (Doutorado em Economia). Instituto de Economia, Unicamp, Campinas/SP, 2013.
ROLNIK, Raquel. Guerra dos lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015.
SALVADOR, Evilásio. O injusto sistema tributário brasileiro. Revista Politika. Vol. 1 n. 3 (jan-jun 2016). Brasília: Editora Fundação João Mangabeira, 2016.
SILVA, Giselle Souza da. Transferências de renda e monetarização das políticas sociais: estratégia de captura do fundo público pelo capital portador de juros. In: SALVADOR, Evilásio et al (orgs.). Financeirização, fundo público e política social. São Paulo: Cortez, 2012.

Downloads

Publicado

2017-12-29