O ENLACE ENTRE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL NO PROCESSO DE INTERIORIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Autores

  • Tatianne Amanda Bezerra da Silva Universidade Federal de Pernambuco
  • Jamerson Antonio de Almeida da Silva Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2018v18n35p67-83

Resumo

O presente estudo se situa no campo de pesquisa acerca da Política Educacional e, mais especificamente, no âmbito dos estudos sobre as Políticas de Ensino Superior brasileiras. Dentro desse campo de estudos, nos propomos a examinar as intencionalidades presentes no processo de interiorização das universidades brasileiras desenvolvido no governo Lula da Silva (2003-2010), tendo como base a experiência da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). No movimento de criação do objeto de estudo, utilizamos o referencial epistemológico marxista, que aponta para a necessidade de situarmos o fenômeno no caráter histórico que define o modo de produção capitalista. Como caminho metodológico adotado, utilizamos abordagem qualitativa, revisão de literatura e análise de documentos e publicações sobre o assunto. No que se refere à análise de dados, fizemos uso do caminho metodológico da hermenêutica dialética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatianne Amanda Bezerra da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco. Mestra pelo Programa de Pós-graduação em Educação Contemporânea (2018) da Universidade Federal de Pernambuco e graduada em Serviço Social pela Associação Caruaruense de Ensino Superior (2014), tendo obtido láurea acadêmica. Interessa-se por estudos nas áreas de Estado, Trabalho e Políticas de Ensino Superior.

Jamerson Antonio de Almeida da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Educação. Professor Adjunto IV do Curso de Pedagogia da UFPE (CAA/NFD) e do Programa de Pós-Graduação em Educação (UFPE/CE).

Referências

ALMEIDA, Jorge; FURTADO, Magda. As reformas, a universidade e a resistência popular. Universidade e Sociedade, n. 60, abril de 2017.

ATINC, Tamar Manuelyan. Prefácio. In: BANCO MUNDIAL. Aprendizagem para todos: estratégia 2020 para a Educação do Grupo Banco Mundial. Resumo Executivo. Washington: BM, 2011.

BANCO MUNDIAL. La Enseñanza Superior: las lecciones derivadas de la experiência. Washington: Banco Mundial, 1995.

BRASIL. Decreto n. 6.094, de 24 de abril de 2007b. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6094.htm >. Acesso em: 12.11.2017.

______. Decreto n. 6.094, de 24 de abril de 2007b. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6094.htm>. Acesso em: 12.11.2017.

______. Expansão das universidades federais: um sonho se torna realidade. Brasília, DF: MEC, 2003.

______. Ministério da Educação. A democratização e expansão da educação superior no país 2003-2014. Brasília, DF: MEC, 2015.

______. Ministério da Educação. Análise sobre a Expansão das Universidades Federais 2003 a 2012. Relatório da Comissão Constituída pela Portaria nº 126/2012. Brasília, DF: MEC, 2012.

CASTELO, Rodrigo. O social-liberalismo brasileiro e a miséria ideológica da economia do bem-estar. In: MOTA, Ana Elizabete (Org.). Desenvolvimento e construção de hegemonia: crescimento econômico e reprodução da desigualdade. São Paulo: Cortez, 2012.

CISLAGHI, Juliana Fiuza. A formação profissional dos assistentes sociais em tempos de contrarreformas do ensino superior: o impacto das mais recentes propostas do governo Lula. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 105, p. 241-266, abr./jun. 2011.

COSTA, Maria Raimunda Santos da. Contextualizando expansão e interiorização no campo da educação brasileira. Revista Exitus, Santarém/PA, Vol. 7, N° 1, p. 250-276, Set/Dez 2017.

CRUZ, Maurício Serra Moreira da. Transformando a gestão pública em Pernambuco: Modelo de Gestão Todos por Pernambuco. Disponível em: < http://www.seplag.pe.gov.br/c/publicador_repositorio_documento/get_file?p_l_id=37791&folderId=38137&name=DLFE-2423.pdf > . Acesso em: 03.02.2018.

FIORI, José Luís. O Brasil e seu ―entorno estratégico‖ na primeira década do século XXI. In: SADER, Emir (Org.) Lula e Dilma: 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2013.

FIRMINO, Andresa Lydia da Silva. A interiorização das universidades federais e os arranjos produtivos locais: o caso a Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG/UFRPE). Dissertação (Programa de Pós-graduação em Administração e Desenvolvimento Rural) – Universidade Federal Rural de Pernambuco, Departamento de Letras e Ciências Humanas, 2014. 119 f.

FREITAS, Cecília Carolina Simeão de; SILVA, Marcelo Soares Pereira da. O Plano de Desenvolvimento da Educação no contexto do novo desenvolvimentismo brasileiro. RBPAE - v. 32, n. 1, p. 069 - 088 jan./abr. 2016.

JARDIM, Maria Chaves; SILVA, Márcio Rogério. Programa de aceleração do crescimento (PAC): neodesenvolvimentismo? São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015.

LEHER, Roberto. Educação no governo Lula da Silva: a ruptura que não aconteceu. In: MAGALHÃES, João Paulo de Almeida. Os anos lula: contribuições para um balanço crítico 2003-2010. Rio de Janeiro: Garamond, 2010.

MAIA, Lícia de Souza Leão. Universidade e responsabilidade social: o direito a uma formação de qualidade e gratuita para cada brasileiro. In: LIMA, Iranete Maria da Silva; FRANCO, Maria Joelma do Nascimento; CUNHA, Kátia Silva (Orgs.). Reflexões e ações sobre Educação, Estado e Diversidade. Vol. 4. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2013. p. 47-73.

MARX, Karl. O capital. 29ª Ed. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2015. Livro I, v. 2.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª Ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

MORAIS, Edima Verônica de. Utilizações das escolas de referência em ensino médio pelo governo do estado de Pernambuco: uma análise do programa de educação integral. Caruaru, 2014. 198f. Dissertação (Mestrado em Educação Contemporânea) - Universidade Federal de Pernambuco, Centro Acadêmico do Agreste, Caruaru. 2014.

PERNAMBUCO. Visão de futuro: Pernambuco 2035. Disponível em: < http://www.camaraitalianapepb.com.br/imagens/arquivos/pernambuco_2035.pdf>. Acesso em: 10.12.2017.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. 4ª Ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

SILVA, Aurélio Ferreira da. O Reuni entre a expansão e a reestruturação: uma abordagem a dimensão acadêmico-curricular. São Paulo: 2014. 183f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

SINDICATO NACIONAL DOS DOCENTES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR – ANDES-SN. As novas faces da reforma universitária do governo Lula e os impactos do PDE sobre a educação superior. Cadernos ANDES, Brasília, n.25, p. 1-141, agos. 2007.

SIQUEIRA, Luana Souza. Desenvolvimento e pobreza: uma análise crítica. Temporalis, Brasília (DF), ano 12, n. 24, p. 353-384, jul./dez. 2012.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Anuário estatístico UFPE 2017 – Base 2016. Recife: UFPE, 2017.

______. Campus do Agreste. Projeto de interiorização da Universidade Federal de Pernambuco. Recife: UFPE, maio de 2005a.

______. Resolução nº 03/2005, de 29 de setembro de 2005. Cria o Centro acadêmico do Agreste e dá outras providências. Recife: UFPE, setembro de 2005b.

Downloads

Publicado

2018-06-30