REFLEXÕES SOBRE O COTIDIANO E A ÉTICA PROFISSIONAL NO SERVIÇO SOCIAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2018v18n36p14-27

Resumo

O presente artigo tem como objetivo problematizar e refletir o cotidiano a partir da atuação profissional em uma perspectiva ética no serviço social. Para o seu desenvolvimento, nos embasamos na literatura, principalmente, nos autores: José Paulo Neto, Myrian V. Baptista, Maria Lucia Barroco, Agnes Heller, dentre outros. Em uma conjuntura de barbárie social como a atual, o cotidiano além de trivial e rotineiro, deve ser visto como um espaço de reflexão e de oportunidades para o desenvolvimento de ações, estudos e pesquisas comprometidas com os usuários. Assim, assumir uma postura crítica frente a realidade social, que se materialize a partir de ações alinhadas  com o Código de Ética profissional e o nosso projeto ético-político é ao mesmo tempo nosso desafio e meta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alberta Emilia Dolores de Goes, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutoranda e Mestre em Serviço Social pela PUC/SP, Docente  e  Assistente Social Judiciária no Tribunal de Justiça de São Paulo - TJSP.

Referências

BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. São Paulo: Campus, 2004.

BOURDIEU, Pierre Félix; PASSERON, Jean-Claude. A REPRODUÇÃO, Elementos para uma teoria do sistema de ensino. Trad. Reynaldo Bairão. Rio de janeiro: Edições Francisco Alves, 1982.

CAMPO CIENTÍFICO. Disponível em: https://www.infoescola.com.br. Acesso em: 01 out. 2017.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil, o longo Caminho. 17. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

COSTA, Gustavo Bezerra do Nascimento. Revista Trágica: estudos sobre Nietzsche – 2º semestre de 2008 – Vol.1 – nº2 – pp.113-123.

DUBET, François. O que é uma escola justa ? São Paulo : Cortez, 2008.

TEDESCO, Juan Carlos. Qualidade da Educação e Políticas Educacionais. Brasília: Liber Livro, 2012.

Downloads

Publicado

2019-01-03