MOVIMENTOS SOCIAIS E SERVIÇO SOCIAL: UMA ANÁLISE DAS PUBLICAÇÕES SOBRE O TEMA

Autores

  • Maria Clariça Ribeiro Guimarães Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
  • Morena Gomes Marques UNIRIO

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2019v19n38p24-36

Resumo

O presente artigo aborda os movimentos sociais como objeto de pesquisa do Serviço Social. Resulta da análise das pro­duções sobre esta temática, tendo por base as publicações nos anais dos Encontros Nacionais de Pesquisadores em Serviço Social (ENPESS), nos anos de 2014 e 2016. O conjunto desta produção revela tanto uma abordagem majoritariamente vinculada à teoria crítica, como um reflexo dos elementos conjunturais de maior efervescência à luta de classes – as jornadas de junho de 2013 e a ascensão dos movimentos sociais urbanos (suas bandeiras de luta, estratégia de organização e mobilização, avanços e entraves no cotidiano da organização política). Destaca-se também a maior ênfase à pesquisa acerca da relação do Serviço Social com os movimentos sociais, a partir de dois aspectos: o vínculo entre o Projeto Ético Político/lutas sociais e a articulação do conjunto CFESS-CRESS com os movimentos sociais; bem como, a compreensão dos movimentos sociais como espaço sócio ocupacional dos assistentes sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Clariça Ribeiro Guimarães, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

graduação e mestrado em Serviço Social pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), respectivamente. Atualmente, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coordenadora do Grupo Temático de Pesquisa (GTP) Movimentos Sociais e Serviço Social na gestão 2019-2020.

Morena Gomes Marques, UNIRIO

graduada em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Serviço Social e doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (PPGSS/UERJ). Coordenadora do Grupo Temático de Pesquisa (GTP) Movimentos Sociais e Serviço Social na gestão 2017-2018.

Referências

ASSIS, Machado de. Memórias póstumas de Brás Cubas. Biografia, vocabulário, comentários, bibliografia por Letícia Malard, - Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

_____. Memórias abjetas de Brás Cubas. In: ____. Memórias póstumas de Brás Cubas. Biografia, vocabulário, comentários, bibliografia por Letícia Malard, - Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

______. Memórias Póstumas de Brás Cubas. / Machado de Assis; apresentação e notas Antônio Medina Rodrigues; ilustrações Dirceu Martins. – São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

BARRETTO FILHO, José. Introdução a Machado de Assis. Rio de Janeiro: Livraria Editora Agir, 1980.

D´ASSUMPÇÃO, Evaldo A. Os que partem, os que ficam: A morte não é problema para os que partem, e sim para os que ficam. 8. ed. Belo Horizonte: FUMARC, 2007.

DIXON, Paul. O chocalho de Brás Cubas: uma leitura das Memórias Póstumas, São Paulo: Nankin: EDUSP, 2009.

FREUD, Sigmund. Luto e melancolia (1914). In:____. Obras completas de Sigmund Freud: A História do movimento psicanalítico artigos sobre metapsicologia e outros artigos. Trad. Themira de Oliveira. Volume XIV (1914-1916). Rio de Janeiro: Imago, 1974, p.271 – 294.

____. Nossa atitude para com a morte. (1914). In:____. Obras completas de Sigmund Freud: A História do movimento psicanalítico artigos sobre metapsicologia e outros artigos. Trad. Themira de Oliveira. Volume XIV (1914-1916). Rio de Janeiro: Imago, 1974, p.327 - 339.

____. O ego e o id. (1924). In: ______. Obras psicológicas completas: O ego e o id e outros trabalhos. Trad. José Otávio de Aguiar Abreu. Rio de Janeiro: Imago, 1976. Volume XIX. 19, p. 23-76.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. 6. Ed.Trad. de Márcia de Sá Cavalcante. Parte II. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

LIMA, Luiz Costa. Dispersa demanda: ensaios sobre literatura e teoria. Rio de Janeiro: F. Alves, 1981.

MORIN, Edgar. O homem e a morte. Trad. Cleone Augusto Rodrigues. Rio de janeiro: Imago. Ed., 1997.

RODRIGUES, Antônio Medina. Forma e sentido nas Memórias póstumas de Brás Cubas. In: ASSIS, Machado de. Memórias Póstumas de Brás Cubas. Apresentação e notas Antônio Medina Rodrigues; ilustrações Dirceu Martins. – São Paulo: Ateliê Editorial, 2001, p. 15 - 60.

Downloads

Publicado

2019-07-15