RACIONALIDADES EM DISPUTA NA FORMAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL NO AMAZONAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2020v20n40p94-111

Resumo

Este trabalho discute as racionalidades em confronto na formação profissional em Serviço Social no Estado do Amazonas. Foi desenvolvido a partir da pesquisa bibliográfica e documental, com leitura dos projetos pedagógicos e matrizes curriculares de cursos de Serviço Social ativos no Amazonas. A análise revela a prevalência de instituições privadas na oferta do curso de Serviço Social no Estado do Amazonas, bem como o embate entre o projeto profissional e as demandas do mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberta Ferreira Coelho de Andrade, Universidade Federal do Amazonas

Assistente Social, Professora Adjunta do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Sustentabilidade na Amazônia da Universidade Federal do Amazonas, Doutora e Mestra em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas, Líder do Grupo de Pesquisa Estudos de Sustentabilidade, Trabalho e Direitos na Amazônia

Rayanne Roque Gama Gama, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Serviço Social pela Universidade Federal do Amazonas, Membro do Grupo de Pesquisa Estudos de Sustentabilidade, Trabalho e Direitos na Amazônia - ESTRADAS.

Tereza Raquel Negreiros do Nascimento Costa Costa, Universidade Federal do Amazonas

Assistente Social, mestranda em Serviço Social e Sustentabilidade na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), especialista em políticas públicas em atenção à família, Membro do Grupo de Pesquisa Estudos de Sustentabilidade, Trabalho e Direitos na Amazônia - ESTRADAS.

Downloads

Publicado

2021-01-11