“QUESTÃO SOCIAL” NO BRASIL: O NORDESTE E A ATUALIDADE DA QUESTÃO REGIONAL

Autores

  • Josiane Soares Santos Departamento de Serviço Social - Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Laiane Conceição de Vasconcelos Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Thamiris de Oliveira Natale Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Radaine Dayan Acciole Gomes de Figueiredo Universidade Federal de Sergipe (UFS)

DOI:

https://doi.org/10.22422/2238-1856.2012v12n24p239-261

Resumo

As considerações deste artigo trazem à tona a necessidade de trabalhar a mediação da questão regional para dimensionar as expressões da “questão social” no Brasil. No intuito de expor esta premissa percorre-se um caminho onde são revisitadas algumas das principais particularidades da relação entre capital e trabalho no país – como a superexploração, a precariedade ocupacional e da regulação do trabalho e também o transformismo – para dimensionar o quanto estas se reproduzem desigualmente entre suas regiões, com destaque para o nordeste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiane Soares Santos, Departamento de Serviço Social - Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Assistente Social (UFS); Mestre e Doutora (UFRJ). Atualmente professora do Departamento deServiço Social da UFS em nível de graduação e pós-graduação (mestrado). Pesquisadora da área de "questão social"; questão ambiental/educação ambiental.

Laiane Conceição de Vasconcelos, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduanda em Serviço Social. Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET/Serviço Social/UFS)

Thamiris de Oliveira Natale, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduanda em Serviço Social. Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET/Serviço Social/UFS)

Radaine Dayan Acciole Gomes de Figueiredo, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduanda em Serviço Social. Bolsista do Programa de Educação Ambiental com Comunidades Costeiras (PEAC/Serviço Social/UFS)

Downloads

Publicado

2012-11-04

Edição

Seção

Seção Temática