AS DIRETRIZES CURRICULARES DA ABEPSS E A TEMÁTICA FAMÍLIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2020v20n40p144-164

Resumo

O objetivo do artigo é apontar possibilidades para o estudo e debate sobre a família na formação profissional em Serviço Social a partir da lógica das diretrizes curriculares da ABEPSS. Partimos do pressuposto que as Diretrizes Curriculares exigem a apreensão dos diversos conteúdos que perpassam a formação/trabalho numa perspectiva de totalidade. Portanto, compreendemos que os fundamentos da profissão – expressos nas diretrizes curriculares – possibilitam a partir dos diferentes núcleos de fundamentação a compreensão da família a partir de fundamentos críticos, condizentes com o Projeto Ético-Político. A partir de indicações sobre como os componentes curriculares podem desenvolver as reflexões sobre família, apontamos estratégias que possibilitam uma análise que rompa com o conservadorismo moral, religioso e com as expressões pragmáticas no exercício profissional sustentadas por experiências pessoais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Henrique Miranda Horst, Universidade Federal de Ouro Preto

Assistente Social. Professor do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Ouro Preto. Doutor em Serviço Social (UFSC). Mestre em Política Social (UFES). Membro do "Livre Hermana" - Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação Social Latino-Americana e Brasileira e do Núcleo de Extensão e Estudos em Formação e Trabalho em Serviço Social (NEESFT).

Downloads

Publicado

2021-01-11