DIVISÃO SEXUAL DO TRABALHO: PARA ALÉM DO GÊNERO E DO PATRIARCADO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2020v20n40p201-214

Resumo

Em Divisão Sexual do Trabalho: para além do gênero e do patriarcado, se desenvolve em meio a conjuntura política, social e econômica do Brasil hodierno, estruturado pelos pilares do capital, da opressão, da violência e da desigualdade. Em uma sociedade omissa e hierarquizada, problematizamos a divisão sexual do trabalho com o objetivo de conhecermos os limites e as possibilidades de acesso ao mercado de trabalho formal para mulheres, enfatizando as mulheres trans. Em termos teórico e metodológicos, em uma perspectiva interdisciplinar entre o Serviço Social e o Direito, nos valeremos do método dialético, o qual nos fornecerá os subsídios necessários para uma interpretação dinâmica e totalizante da realidade. Sendo assim, realizaremos um estudo exploratório, com uma abordagem exclusivamente qualitativa, por meio da pesquisa bibliográfica. Neste interim, pretendemos obter respostas e diretrizes capazes de nortear os profissionais responsáveis a fim de proporcionar a inclusão social e minimizar o preconceito, a opressão e a violência. Por fim, percebemos ser imprescindível que toda a sociedade se envolva, se responsabilize e desconstrua o próprio padrão de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nayara Hakime Dutra, Universidade Estadual Paulista

Assistente Social. Pós Doutora em Serviço Social. Professora Assistente Doutora do Departamento de Serviço Social da Universidade Estadual Paulista, campus de Franca-SP.

Downloads

Publicado

2021-01-11