DESAFIO DA ABEPSS ITINERANTE NA DEFESA DA QUALIDADE NA FORMAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

Autores

  • George Francisco Ceolin Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Neimy Batista Silva Universidade Federal de Goiás - UFG

DOI:

https://doi.org/10.22422/2238-1856.2013v13n25p155-179

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar o desafio da Abepss na defesa da qualidade da formação em Serviço Social, no contexto da expansão do ensino superior, conforme as diretrizes dos organismos internacionais, constituintes das mudanças no padrão de acumulação capitalista. A precarização e sobrecarga do trabalho docente, a exigência de produtividade, avaliações punitivas e “somativas” dentre outras. O tema proposto se refere à avaliação do processo da Abepss Itinerante e as contribuições na formação de docentes no Curso de Serviço Social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

George Francisco Ceolin, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Graduado e Mestre em Serviço Social

Professor do Curso de Serviço Social da Universidade Federal de Goiás - UFG

Neimy Batista Silva, Universidade Federal de Goiás - UFG

Doutoranda em Serviço Social/UERJ

Mestre em Política Social/UnB

Graduada em Serviço Social/ PUC Goiás

Referências

ALVES, G. O Novo (E Precário) Mundo do Trabalho. São Paulo: Boitempo, 2000.
ANTUNES, R. Os Sentidos do Trabalho. São Paulo: Boitempo, 1999.
BANCO MUNDIAL. La enseñanza superior: las lecciones derivadas de la experiência. Washington, DC: Publicación del Banco Mundial, 1995. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/9333867/Banco-Mundial-La-ensenanza-superior. Acesso em 29 mar. 2013.
BEHRING, E. R. Brasil em contra-reforma: desestruturação do Estado e perda de direitos. São Paulo: Cortez, 2003.
______. e BOSCHETTI, I. Política Social: fundamentos e história. Biblioteca Básica/Serviço Social, v. 2. São Paulo: Cortez, 2006).
BRASIL. Decreto no 2.306, de 19 de agosto de 1997. Regulamenta o Sistema Federal de Ensino e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D2306.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Decreto no 3.860, de 9 de julho de 2001. Dispõe sobre a organização do ensino superior, a avaliação de cursos e instituições, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2001/D3860.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Decreto no 5.245, de 15 de outubro de 2004. Regulamenta a Medida Provisória no 213, de 10 de setembro de 2004, que institui o Programa Universidade para Todos – Prouni, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior, e dá outras providências. Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/97304/decreto-5245-04. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Decreto no 5.493, de 18 de julho de 2005. Regulamenta o disposto na Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/96558/decreto-5493-05. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Decreto no 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/decreto/D5622.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Decreto no 5.773, de 9 de maio de 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/decreto/d5773.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
BRASIL. Decreto no 5.800, de 8 de junho de 2006. Dispõe sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil – UAB. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/decreto/d5800.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Decreto no 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das universidades federais – Reuni. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Lei no 10.172, de 9 de abril de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Lei no 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Institui o Programa Universidade para Todos - Prouni, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior; altera a Lei no 10.891, de 9 de julho de 2004, e dá outras providências. Disponível em:http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/96949/lei-11096-05. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
______. Medida Provisória no 213, de 10 de setembro de 2004. Institui o Programa Universidade para Todos - Prouni, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/Mpv/213.htm. Acesso em 31 mar. 2013.
CEPAL. Educación y conocimiento: eje de la transformación productiva com equidade. Santiago de Chile: Publicación de las Naciones Unidas, 1992.
CHESNAIS, F. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã, 1996.
GUIMARÃES, A. R.; MONTE, E.D.; SANTIAGO, S.N. Expansão e financiamento da educação superior pública brasileira: perspectivas para o novo PNE (2011-2020). In: Universidade e Sociedade. Ano XXI, no 48. Brasília: Sindicato nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), 2011.
HARVEY, D. Condição Pós-Moderna, 7a ed. São Paulo: Loyola, 1998.
HUSSON, M. Miséria do Capital. Uma crítica ao neoliberalismo. Lisboa: Terramar, 1999.
IAMAMOTO, M. Serviço Social em Tempo de Capital Fetiche. São Paulo: Cortez, 2007.
IANNI, O. Capitalismo, violência e terrorismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.
INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Comunicados do IPEA. n. 66. Brasília, 2010. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/comunicado/101118_comunicadoipea66.pdf. Acesso em: 31 de mar. 2013.
______. Censo da educação superior: sinopse estatística – 2005. Brasília: O Instituto, 2007a.
______. Censo da educação superior: sinopse estatística – 2007. 2007b.
______. Censo da educação superior: sinopse estatística – 2009. 2009.
______. Sinopse estatística do ensino superior: graduação 1995. Brasília: O Instituto, 1999a.
______. Sinopse estatística do ensino superior: graduação 1997. Brasília: O Instituto, 1999b.
______. Sinopse estatística do ensino superior: graduação 1999. Brasília: O Instituto, 2000.
______. Sinopse estatística da educação superior – 2000 Brasília: O Instituto, 2001.
______. Censo da educação superior: sinopse estatística – 2003. Brasília: O Instituto, 2005.
LAVAL, C. et WEBER, L. (Coord.). Le nouvel ordre éducatif mondial. OMC, Banque Mondiale, OCDE, Comission européenne. Paris: Édition Syllepse, 2003.
LIMA, K. Contra-Reforma na Educação Superior: de FHC a Lula. São Paulo: Xamã, 2007.
LIMA______. Reformas e políticas de educação superior no Brasil. In: MANCEBO, D.; OLIVEIRA, J. F.; SILVA JÚNIOR, J. R. (Orgs). Reformas e políticas: educação superior e pós-graduação no Brasil. Campinas: Alínea, 2008, p. 53-72.
MANDEL, E. A crise do capital. Campinas - São Paulo: Ensaio – Unicamp, 1990.
MAUÉS, O. O Produtivismo acadêmico e o trabalho docente. Universidade e Sociedade. Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, Ano XVII, no 41. Brasília: ANDES, 2008, p. 21-31.
MESZAROS, I. A Crise Estrutural do Capital. S. Paulo: Boitempo, 2009.
NEAVE, G. Les études supérieures à l’université aujourd’hui. Revue des Sciences de l’Education. V. XXIX, no 2, 2003.
NETTO, J. P. Transformações Societárias e Serviço Social. In: Serviço Social & Sociedade, no. 50, ano XVII, São Paulo: Cortez, 1996.
SCHUGURENSKY, D. Autonomia, heteronomia, y los dilemas de la educación superior em la transición al siglo 21. 2003. Disponível em: http://firgoa.usc.es/drupal/node/9639. Acesso em: 31 mar. 2013.
WILLIAMSON, J. What Washington Means by Policy Reform. Instituto Peterson de Economia Internacional:2002. Disponível em: http://www.petersoninstitute.org/publications/papers/paper.cfm?ResearchID=486> . Acesso em 31 mar. 2013.

Downloads

Publicado

2017-02-13